Forçado a parar por 10 dias, Vasco ganha maior período de treinos no ano


 
O Vasco não jogará neste final de semana e modificou todo o planejamento por causa do adiamento da partida contra o Náutico – o duelo deste sábado foi cancelado pela CBF devido à greve da Polícia Militar de Pernambuco, encerrada na noite de quinta-feira. Se por um lado a alteração da logística do clube incomoda, a boa notícia é o período raro para que Adilson Batista trabalhe com o elenco. Forçado a parar com a maratona de jogos, o Vasco experimenta intervalo inédito para treinamentos em 2014: 10 dias.
 
Desde que o Campeonato Carioca começou, o Cruzmaltino não tinha tanto tempo para focar apenas na preparação tática e física. Nem mesmo a pré-temporada do clube durou tanto tempo – foi realizada entre os dias 10 e 18 de janeiro. A última partida do Vasco na Série B do Campeonato Brasileiro aconteceu no último sábado, em vitória sobre o Oeste.
 
Sem compromisso neste sábado, o Vasco ganha oportunidades para trabalhar em São Januário e obter fôlego para encarar sequência até a paralisação do campeonato para a Copa do Mundo. O próximo desafio do Vasco será na terça-feira, quando o Cruzmaltino joga contra o Sampaio Corrêa.
 
“Ganhamos alguns dias para recuperar alguns jogadores e continuamos o processo de trabalho. Precisávamos melhorar em alguns aspectos e alguns voltando. Temos uma carga um pouquinho a mais para suportar esse restante até a parada, só mudou o posicionamento do adversário que jogou recentemente contra o Palmeiras, e observamos também. Vai ser um jogo na frente, vamos pensar no Sampaio Corrêa”, destacou Adilson.
 
A última partida desta série até a Copa será justamente contra o Náutico, no dia 6 de junho. O intervalo para treinos neste momento é comemorado pelo treinador, mas há quem se incomode com as mudanças.
 
“O maior prejuízo é o planejamento, principalmente no que diz respeito à questão técnica. Ficaremos com um jogo em atraso, o que pode atrapalhar nosso objetivo de atingir o primeiro lugar antes da Copa do Mundo. Tínhamos dois jogos na sequência e o cancelamento também nos causou um transtorno em relação a isso”, comentou o diretor-executivo Rodrigo Caetano à Rádio Brasil.
 
A partida contra o Sampaio Corrêa acontece no Piauí, a partir das 21h50. Esta partida também foi cercada de incertezas, já que estava marcada previamente para ser disputada em Manaus.
 
O Vasco tem sete pontos na segunda divisão nacional e ocupa a terceira colocação da tabela no campeonato. O clube irá reforçar a preparação para enfrentar o Sampaio Corrêa até domingo, data da viagem para Teresina. Por outro lado, com um jogo a menos, o clube pode ver os líderes da Série B se distanciarem após a rodada de sábado.
 
Fonte: Uol
 
 
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠