Eurico terá de ressarcir o Vasco; Conselheiros querem excluí-lo do quadro de sócios


 

Conselheiros do Vasco se movimentam para pedir a exclusão do ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda, do quadro social do clube. A ideia é utilizar como “gancho” o recurso que o atual presidente do Conselho de Beneméritos teve negado esta semana, obrigando-o a ressarcir o clube em R$ 1,3 milhão – sob valores do final dos anos 1990 – mais correção monetária e juros.

Na época, o então vice-presidente do clube criticou desembargadores que decretaram a prisão de Edmundo. Os magistrados, então, processaram o clube, receberam a quantia desejada e o Cruz-Maltino, posteriormente, pediu o ressarcimento por parte de Eurico.

Eurico afirmara que os desembargadores haviam conseguido os “15 minutos de fama” que desejavam. O processo corre na 24ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, e a decisão mais recente é do desembargador Antônio Iloízio Barros Bastos, que julgou “óbvio, e pouco mais que evidente, que não precisa haver no estatuto do clube a ordem de que não deve o presidente ou representante atentar contra a dignidade de pessoas que figuram na condição de órgãos julgadores, até por que esse tipo de conduta e manifestação não se aproxima em nada do mister de um clube de futebol”.

A defesa do hoje candidato à presidência do Vasco afirmou que, quando mencionados os tais “15 minutos de fama”, o objetivo era “equiparar os julgadores a celebridades, mas nunca com a intenção de desrespeitá-los”. Eurico ainda pode recorrer da decisão.

Fonte: LANCENET!

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠