Leonardo Gonçalves fala sobre adesão de sócios, eleições do Vasco e Estadual 2015


 

Na última semana uma reunião da Junta Deliberativa ocorreu em São Januário, mas a data das eleições 2014 no Vasco seguiu indefinida por conta da não aprovação da lista de sócios elegíveis. Há a expectativa que uma nova reunião ocorra nessa semana para que o pleito seja convocado por Olavo Monteiro de Carvalho, presidente da Assembleia Geral. Sobre a polêmica do mensalão, onde sócios estariam sendo financiados por grupos políticos para votar na próxima eleição, o líder da Cruzada, Leo Gonçalves, falou sobre o tema ao programa Calderião Vascaíno, da Rádio Livre 1440 AM, e disse se seu grupo já financiou mensalidades de sócios:

“A Cruzada nunca pagou mensalidades de nenhum sócio. Isso de mensalão existe conforme vem sendo dito pelo benemérito Octávio Gomes, que tem sido bem firme nas denúncias que vem fazendo, nós que vivemos Vasco e acompanhamos, o Eurico pagou mensalidades de sócios na secretaria do clube, sabemos que existe esse mensalão, do Eurico e do Roberto Monteiro. Eu, se fosse os dois e não tivesse nada com isso, já teria processado o órgão de imprensa que noticiou, mas como não fizeram até agora, eles acabam se colocando numa situação ruim perante essa denúncia. O que vem acontecendo lá no Vasco merece uma investigação, até para se saber se o dinheiro está entrando na conta do clube ou se ele está entrando na secretaria e não chega nos cofres do Vasco, temos que analisar todas as nuances do mensalão. Temos que ver se sócio assinou ficha sem saber onde estava entrando, se há proponente assinando ficha de quem não conhece, tudo tem que ser analisado, principalmente se alguém está bancando mensalidades.”

Indagado se a Cruzada Vascaína já definiu candidato para concorrer à presidência do Vasco, Leo Gonçalves foi objetivo:

“Nesse momento a Cruzada está compondo a chapa chama É Vasco, fez um almoço na última semana e a gente ainda não definiu o candidato. Estamos esperando a eleição ser marcada e aí teremos sessenta dias de campanha efetiva. Estamos terminando de conversar, trazer outros grupos, existem conversas avançadas para que a É Vasco ganhe mais força e quem quer que seja o representante vai ser uma pessoa de bem e estará bem amparada. O presidente do Vasco que souber aproveitar essas pessoas e esses grupos com certeza terá sucesso em reconstruir o clube, não tenho a menor dúvida disso.”

Após a arbitragem polêmica da decisão do Campeonato Carioca, a diretoria atual chegou a cogitar mandar a campo uma equipe sub 23 para a prpoxima edição da competição como forma de protesto contra os árbitros e a competição. Questionado sobre o tema, Leo Gonçalves responde se, caso fosse presidente do clube, se mandaria uma equipe jovem para disputar o Estadual:

“Há outros jogos para se usar o time titular, amistosos. A gente via jogar cm o que tiver de melhor para colocar em campo, se houver um amistoso no Nordeste, lógico que será mais importante que o Campeonato Carioca, vamos jogar o amistoso no Nordeste com um time e o que sobrar jogaria o Estadual. Eu não vou jogar um campeonato em que a gente sabe que o Flamengo é beneficiado pela arbitragem e fazendo um exercício, nos últimos 12 campeonatos cariocas o Flamengo ganhou seis, o Botafogo ganhou três, o Fluminense dois e o Vasco um, e essa supremacia deles se reflete a nível nacional e internacional? Não, então há algo errado, ele é favorecido pela arbitragem, essa final foi uma vergonha, o impedimento foi gritante, e o bandeirinha é obrigado a ver, não está para torcer para A, B ou C. Para o Vasco é mais interessante fazer uma boa pré-temporada, que faça amistosos nacionais e internacionais, pode-se mandar um time B e ganhar do Madureira e do Friburguense, os times são fracos.”

Fonte: Supervasco

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠