Vasco vai buscar reforços na Série A após a Copa do Mundo


 

O pacote de quatro reforços trazidos pelo Vasco nesta semana (Anderson Salles e Rafael Silva foram apresentados na terça-feira; Fabrício e Guilherme Biteco falam nesta sexta-feira) deu o modelo de ação do clube no mercado: trazer jogadores a custo zero, apostando na exposição que um clube grande, e portanto favorito ao título, pode ter na Série B. Ao trazer os dois jogadores do Ituano, por exemplo, o Vasco comprou 30% dos direitos econômicos de Salles e Rafael Silva como “taxa de vitrine”.

A diretoria pretende trazer ainda mais dois ou três reforços, sendo um atacante, durante a pausa para a Copa do Mundo. E a estratégia principal está definida. O alvo serão jogadores de times da Série A que possam ser liberados pelos seus clubes e que já tenham disputado sete partidas do Campeonato Brasileiro — ou seja, não poderão mais atuar por outros times da elite do futebol brasileiro.

A diretoria imaginar que, na pausa da Copa do Mundo, o Vasco já esteja em boa posição na tabela da Série B, o que aumentaria o poder de atração de novos jogadores.

— É um nicho que poderá servir ao Vasco. São nove rodadas antes da Copa, muitos jogadores não poderão mais se transferir na Série A e pode ser interessante aos clubes encaixar um jogador no Vasco — diz o diretor Rodrigo Caetano. — Estaremos atentos às possibilidades, traremos mais reforços.

Anderson Salles, Rafael Silva, Fabrício e Biteco ainda não poderão estrear sábado, contra o Atlético-GO, em São Januário, novamente com portões fechados. Dentre os seis jogadores lesionados (Martín Silva, Rodrigo, Guiñazu, Pedro Ken, Bernardo e Edmilson), apenas o goleiro uruguaio tem chances de voltar ao time.

Fonte: Extra

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠