Desfalcado, Vasco é derrotado pelo Luverdense na Arena Pantanal


Luverdense x Vasco (Foto: Reprodução/TV)
 
 
 
O Vasco sentiu a ausência dos seis desfalques e foi derrotado por 2 a 1 pelo Luverdense, neste sábado, na Arena Pantanal. Com os desfalques dos titulares Martin Silva, Rodrigo, Guiñazú, Pedro Ken e Edmilson, além de Everton Costa – que ficará afastado dos gramados por seis meses – o Cruz-Maltino não se encontrou em campo e saiu de Cuiabá com a primeira derrota na Série B do Campeonato Brasileiro. Reinaldo e Rubinho marcaram para o time da casa, Yago descontou para o Vasco.
As duas equipes voltam a jogar pelo Brasileiro da Série B no próximo sábado. O vasco recebe a visita do Atlético-GO, em São Januário, às 16h20. No mesmo horário, o Luverdense vai até Campinas para duelar contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
A partida começou com um Vasco sem objetividade e criatividade. Com muita dificuldade na troca de passes no meio de campo, o Cruz-Maltino optava pelos passes longos. E foi em um desses passes que aos 10 minutos o Vasco teve a primeira chance de gol. Thalles lançou Montoya em profundidade, o colombiano driblou duas vezes o goleiro, mas demorou para chutar, perdendo o ângulo e o gol. A bola bateu no lado de fora da rede.
 
No entanto, com o Cruz-Maltino pouco ameaçando, o time da casa adiantou a marcação e começou a tocar a bola no meio de campo, tentando encontrar espaços no sistema defensivo do Vasco. E foi em uma dessas trocas que o Luverdense teve a primeira chance clara de gol. Aos 18 minutos, após boa triangulação no meio, Misael recebeu na entrada da área mas bateu para fora. No entanto, o time de Lucas de Rio Verde, em contra-ataque, achou o espaço: Raul Prata ganhou a bola antes do meio de campo, foi levando, cortou Rafael Vaz e Luan, bateu forte com o pé direito, Diego Silva deu rebote e Reinaldo, bem posicionado, só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede.
 
O vasco, sem jogadas individuais e velocidade para quebrar o sistema defensivo do adversário, apostava nas bolas paradas. E foi em uma dessas jogadas que Douglas, aos 30 minutos, em cobrança de falta, mandou a bola no travessão do goleiro Gabriel Leite. Mas, novamente em contra-ataque, foi o Luverdense que quase mexeu no placar novamente: Misael aplicou um drible fácil, seco, em Luan e mandou para o gol. Diogo Silva desviou e salvou o Vasco. O Cruz Maltino ainda tentou ensaiar uma reação nos cinco minutos finais, mas continuava sem conseguir executar jogadas efetivas.
 
SEGUNDO TEMPO
 
O técnico Adilson Batista promoveu duas alterações a fim de dar mais velocidade ao time: Yago e William Bárbio entraram nos lugares de Reginaldo e Montoya. No entanto, as alterações não surtiram efeito e o panorama do primeiro tempo continuava: o Vasco só usava os lançamentos pata tentar chegar ao ataque. No entanto, aos dez minutos, quando o Cruz-Maltino tentava se acertar em campo, veio o segundo golpe do time da casa: Misael recebeu dentro da área, ficou de costas para o gol e teve a camisa puxada por André Rocha. Penalti para o Luverdense! Na cobrança, Rubinho bateu de canhota no canto direito de DIogo SIlva, que pulou no outro lado e nem saiu na foto.
 
Procurando melhorar o ímpeto ofensivo do Vasco, Yago inverteu a posição com William Bárbio e caiu pela ponta direita. E deu certo. O mesmo Yago, após troca de passes, apareceu de surpresa pelo meio e bateu forte de fora da área, estufando a rede de Gabriel Leite. O Gigante da Colina diminui a diferença aos 25 minutos. O gol animou o time de São Januário, que seguiu pressionando. Três minutos depois do gol de empate, Diego Renan tabelou com Thalles e recebeu dentro da área, pressionado pela defesa, o lateral chutou na trave.
 
Sempre com Yago caindo pelas pontas, o Cruz-Maltino seguia pressionando para conseguir arrancar o empate. No entanto, o Luverdense conseguiu se organizar e diminuiu a ofensividade do adversário. Aos 41 minutos, Fernando surgiu de surpresa pela direita e chutou forte. Diogo Silva salvou o Vasco de tomar o terceiro. No entanto, o Cruz-Maltino saia para o ataque com muita vontade mas pouca organização. Já nos acréscimos, Rafael Vaz largou uma bomba de fora da área e Gabriel Leite salvou o que seria o gol de empate. Mas já não havia tempo para mais nada e o Vasco saiu derrotado de Cuiabá.
 
FICHA TÉCNICA
LUVERDENSE 2 X 1 VASCO
 
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá-MT
Data-hora: 25/04/2014, às 16h20 (horário de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto (SP) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Renda e Público: R$ 725.400,00 – 17.808 presentes/ 17.808 presentes
Cartões Amarelos: Raul Prata, Carlão (Luverdense)
GOLS: Reinaldo 21’/1ºT (1-0); Rubinho 10’/2ºT
 
LUVERDENSE: Gabriel Leite, Raul Prata, Braga, Renato e Edinho; Carlão, Gilson, Washington (Júlio Terceiro 30’/2º T) e Rubinho (Fernando 11’/2º T); Misael e
Reinaldo (Léo/Intervalo) – Técnica: Junior Rocha.
 
VASCO: Diogo Silva, André Rocha, Luan, Rafael Vaz e Diego Renan; Aranda, Fellipe Bastos (Dakson 37’/2 T) e Douglas; Montoya (William Barbio/Intervalo) , Thalles e Reginaldo(Yago/Intervalo) – Técnico: Adilson Batista.
 
Fonte: LANCENET! 
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠