PM proíbe que torcedores de clubes rivais tenham acesso a Treze x Vasco


comandante lívio delgado, pm da paraíba (Foto: João Brandão Neto / GloboEsporte.com/pb)
 
 
O comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande, Lívio Delgado, confirmou nesta sexta-feira que, por motivo de segurança, torcedores vestidos com camisas de outros clubes não poderão entrar no Estádio Amigão para assistir a partida entre Treze e Vasco, pela segunda fase da Copa do Brasil, que acontece às 22h de quarta-feira. As únicas camisas permitidas serão as dos dois clubes que estarão em campo pela competição nacional.  
 
Torcedores com camisas de Flamengo, Fluminense e Botafogo, por exemplo, que quiserem torcer pelo Treze, não terão acesso ao campo. Mas a PM destaca que o principal motivo da medida é mesmo evitar que torcedores do Campinense, o arquirrival do Treze, compareçam ao Amigão. É que existe uma guerra declarada entre torcidas organizadas dos dois clubes, que já provocou várias mortes ao longo de dois anos, e a Polícia quer evitar um clima de provocações mútuas que possa desbancar para a violência.   
 
Para Lívio Delgado, o jogo é entre o Treze e o Vasco e, por isso, não existe necessidade de camisas de outras agremiações dentro do estádio:    
 
 – Vamos fazer todo um esquema de segurança para orientar as duas torcidas e evitar que elas se encontrem. A torcida do Vasco vai para a Arquibancada Sombra e a do Treze vai para a Arquibancada Sol. E nenhum outro torcedor vai ter acesso ao Amigão – resumiu o comandante.
  
Devido às reformas no estádio, a capacidade de público segue reduzida. Serão 8.600 lugares para os trezeanos do Sol e quatro mil para os vascaínos da Sombra.
  
Até o momento, a diretoria trezeana não divulgou os valores dos ingressos para o jogo.
 
Fonte: GloboEsporte.com
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠