Auxiliar e trave atrapalham, mas Douglas ganha Vasco e cria saia-justa


 

Douglas chegou ao Vasco e precisou de apenas três partidas para conquistar a confiança da torcida. E olha que o camisa 10 não teve vida fácil em seu início de trajetória no Rio de Janeiro. Em sete dias, ele foi prejudicado pela arbitragem e esbarrou por duas vezes no travessão, o que impediu seu primeiro gol pelo Cruzmaltino.

Mesmo assim, Douglas já caiu nas graças da torcida. Prova disso foi na derrota por 2 a 1 para o Cabofriense, em São Januário, no último domingo. No segundo tempo, o apoiador acusou o cansaço e pediu para ser substituído. O técnico Adílson Batista escolheu Bernardo, pedido dos torcedores, que ao verem o camisa 10 saindo chamaram o treinador de “burro”.

“O Douglas tem jogado muito bem, mas ainda busca a melhor forma física. Ele me pediu para sair e por isso foi substituído. Isso e completamente normal, já que é apenas seu terceiro jogo no clube. Enquanto teve pernas nos ajudou muito e assim será agora em diante”, disse o técnico do Vasco.

E o próprio jogador aprova seu inicio no Vasco. Ele, no entanto, lamenta as duas derrotas que a equipe teve, diante de Flamengo e Cabofriense. “Temos feito bons jogos, pressionado os adversários, mas não conseguimos reverter isso em vitórias. Contra o Flamengo teve toda aquela polêmica e no domingo paramos na retranca. Vamos melhorar nos próximos jogos”, afirmou à rádio CBN.

Com a derrota, o Vasco permanece com 18 pontos na quarta colocação, mas vê a Cabofriense chegar aos 22 e abrir na 3ª posição. Já o Botafogo, em 6º, aparece com 15 pontos. O Cruzmaltino volta a campo na quinta-feira, quando medirá forças com o Madureira.

Fonte: Uol

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠