Futsal: Integrado ao adulto, sub-20 tenta recuperar a hegemonia no Carioca


Ainda não se sabe se o Rio de Janeiro terá Campeonato Carioca Sub-20, devido aos poucos clubes existentes no Estado capazes de disputar a competição, mas o Vasco desde já está preparado para tentar buscar sua hegemonia na categoria.

Sem vencer o Carioca desde 2011, o Vasco tem tudo para entrar como o grande favorito da competição, tendo em vista que o time do Casa de España/Botafogo, que era o atual campeão Brasileiro e Estadual foi completamente desfeito, abrindo uma oportunidade, ao menos no papel, de colocar novamente o Vasco como favorito na categoria.

Favoritismo não ganha jogo, muito menos campeonato, e assim o CDE/Botafogo também está se reforçando, mas o Vasco tem algo a mais especial. Além de ter uma base do forte time que disputou o Estadual do ano passado, o Vasco conta também com algumas contratações e alguns atletas promovidos do infanto-juvenil (sub-17).

Ao todo são 6 atletas que subiram para o sub-20, Lucas, Everton, João Victor, Léo Maurício e Gabriel. Em 2013, os mesmos que eram desacreditados pelos salonistas do Rio de Janeiro, conseguiram mostrar o seu valor e alcançaram um vice-campeonato Brasileiro e chegam com moral na equipe juvenil, apesar de ainda estarem em período de adaptação. O ex-treinador desses jogadores, Marco Avellar, não poupou elogios aos garotos.

– Eles agora vão passar por um ano de transição, porque o sub-20 é um pouco diferente, são três anos, um ano a mais. Não tenho dúvida que vão se adaptar no primeiro ano, e quem sabe no segundo ano já estarem com condições de beliscando um adulto e também quem sabe no terceiro ano deles estarem nem estar jogando o sub-20, mas sim o adulto do Vasco – disse o treinador.

O ala Lucas Moreira (foto ao lado), um dos recém-promovidos do infanto-juvenil para o juvenil, comentou como está sendo a experiência da transição para a última categoria de base, e não deixou de destacar a qualidade do grupo do Vasco.

– São atletas de alto nível, só tem gente boa, humilde, o grupo está unido. Eu tenho certeza que vou aprender muito com eles, com os professores Marcelo Akra, Danilo Mattos, Marco Avellar, que são excelentes profissionais e sabem tudo de futsal – disse com alegria o atleta.

Individualmente, Lucas teve um grande ano de 2013, sendo um dos grandes destaques do time sub-17 e sonha em continuar dando seus passos no futsal dentro do Gigante da Colina.

– Graças a Deus o ano de 2013 foi muito bom para mim. Nesse ano de 2014 eu vou me esforçar demais para melhorar ainda mais, poder evoluir mais. Quero ganhar títulos pelo Vasco. Tenho o sonho de jogar o adulto, poder me destacar e jogar a Liga Futsal ao lado de grandes craques da quadra – finalizou o jogador.

A confiança dos atletas sub-20 no treinador Marcelo Akra

As dificuldades financeiras do Vasco impossibilitam que o clube invista financeiramente em atletas de futsal, mesmo assim, praticamente não pagando nada aos seus jogadores, o Vasco sempre vem como um dos grandes favoritos nas competições, prova disso é que tornou-se campeão em 3 das 7 categorias de base, chegando na final de 5, e nas outras 2 foi eliminado no tapetão.

Em especial o sub-20, os atletas Cruz-Maltinos vem demonstrando grande confiança em seu treinador Marcelo Akra e toda a sua comissão técnica, o próprio treinador falou com exclusividade ao CRVG – Em Todos os Esportes sobre essa relação.

– Aí entra um fator que é difícil de falar, porque você falar de você mesmo é um pouco complicado, tem que ter cuidado. Mas, por exemplo, não vou falar nomes, mas dois ou três atletas que receberam convite já anunciaram para nós que não vão, que eles querem jogar aqui porque acreditam que o nosso trabalho é capaz de desenvolvê-los, porque eles têm o sonho de ser jogador profissional de futsal. Então isso é muito prazeroso para nós, mostra que de alguma maneira estamos no caminho certo – comentou o professor.

Akra sabe que não será fácil reconquistar a hegemonia do Estadual, mas crê que seu grupo sub-20 está bastante forte, principalmente com a integração que começará a ser feita com o time adulto, que terá a mesma comissão técnica.

– A gente tem também o João Pedro e o Tim Maia, que são jogadores de sub-20, que vão ser jogadores do adulto, mas vão estar à disposição do sub-20 quando for necessário. Temos também o Sinésio, que ainda é um jogador de 1995, ou seja, segundo ano de sub-20, que já falou que não sai daqui. Já tínhamos trabalhado com uma base de primeiro ano em 2013, e essa base a princípio também fica. Então temos o Rafael, Jefferson, Leandrinho, entre outros – explicou.

O Vasco está tentando trabalhar as divisões de base da melhor maneira possível, para que futuramente, a base realmente seja a base dos futuros times adultos do Gigante da Colina.

Fonte: CRVG em Todos os Esportes

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠