Auxiliar que errou contra o Vasco "chorou muito", diz dirigente


 

O presidente da Comissão de Arbitragem do Estado do Rio, Jorge Rabello, revelou que o auxiliar Rodrigo Saraiva Castanheira ficou profundamente emocionado após não ver um gol claro a favor do Vasco no clássico contra o Flamengo, neste domingo, pelo Campeonato Carioca.

No lance, o auxiliar não percebeu que a bola cruzou a linha após cobrança de falta de Douglas, o que caracterizaria o primeiro gol do time de São Januário. No fim, a partida terminou com vitória do Flamengo por 2 a 1.

“Ele estava chorando, muito emocionado e pediu desculpas aos companheiros. Disse que não conseguiu ver a bola entrar, que não teve convicção. Falaram para ele das imagens e ele ficou profundamente emocionado. Só dei um abraço nele e disse para levantar a cabeça. Todo mundo erra. Infelizmente, ele errou, mas é um bom árbitro”, disse Rabbelo em entrevista ao portal Extra.

Os vascaínos, entretanto, ficaram revoltados com o erro e invadiram até a rede social do árbitro para reclamar. Apesar disso, Jorge Rabello disse que Castanheira não deverá ser punido pelo equívoco.

“A chance de punição é zero. Vamos fazer o que sempre fazemos, analisamos as imagens da rodada do fim de semana na segunda-feira. O Castanheira é um dos melhores que temos”, falou.

Por fim, reiterou a importância dos árbitros auxiliares adicionais nos jogos: “Se ele não existisse, o gol do Flamengo não teria sido validado também. O outro auxiliar foi muito bem, em um lance ainda mais difícil. Os adicionais ajudam também em marcações de pênaltis. Utilizamos o recurso desde 2008. Mas infelizmente tivemos nesse jogo um erro que interferiu no resultado do clássico”.

Fonte: UOL Esporte

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠