Dinamite quer diminuir preço de ingressos para clássico com o Flamengo


 
Assim como o Fluminense, o Vasco não concorda com a política de preço dos ingressos praticada pelo Flamengo e vai contestar o valor mínimo de R$ 100 idealizado pelo rival, em reunião marcada para hoje entre os dirigentes. O presidente Roberto Dinamite tem a seu favor o fato de seu clube ser o mandante do clássico de domingo para reduzir a entrada, como reza o Estatuto do Torcedor.
 
— A minha ideia é diminuir para que a gente tenha um grande público — defendeu o mandatário vascaíno.
 
O duelo marca a estreia do clássico no Maracanã reformado. Ano passado, as partidas pelo Campeonato Brasileiro aconteceram em Brasília. Na ocasião, os ingressos mais baratos também custavam R$ 100, com o Flamengo sendo o mandante.
 
— Não adianta o clássico ser no Maracanã para um público pequeno — emendou Dinamite, que já defendeu em diversas ocasiões que o Vasco mande os clássicos regionais em São Januário.
Em uma temporada em que a superação é palavra de ordem para voltar à primeira divisão do Brasileiro, o Vasco luta pelo apoio de sua torcida para superar o maior rival no Estadual. Uma vitória sobre o Flamengo daria peso ao início de trabalho do técnico Adilson Batista e reduziria as cobranças sobre Dinamite, em ano eleitoral.
 
O presidente, porém, deve sofrer mais um golpe hoje na política. O Conselho Deliberativo vota o parecer do Conselho Fiscal, que reprovou as contas de 2012 no final do ano passado. O rombo é de R$ 3.092.022,37. Ontem, o Conselho de Beneméritos do Vasco, presidido pelo ex-presidente e atual candidato Eurico Miranda, acompanhou o parecer do Conselho Fiscal e reprovou as contas por unanimidade.
 
— Foram cerca de 60 conselheiros e reprovaram por unanimidade, acompanhando o Conselho Fiscal. Não compareceu ninguém da diretoria — disse Eurico.
 
Fonte: Extra Online
 
 
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠