Querem a vaga! Em alta, Bernardo e Thalles buscam lugar no time


Gol do Thalles - Volta Redonda x Vasco (Foto: Paulo Sergio/ LANCE!Press)

 

Grandes parcerias estão em quase todos os âmbitos e no futebol não é diferente. Talvez, a torcida vascaína esteja vendo o nascimento de uma delas, com a dupla Bernardo e Thalles. Jovens, os dois jogadores vêm sendo peças importantes e podem ser, até mesmo, o motivo de dores de cabeça para o técnico Adilson Batista. Apesar de reservas, eles já caíram no gosto da torcida e querem, como os outros do grupo, uma vaga no time titular.

Thalles, provavelmente, possa, inclusive, seguir os passos do companheiro Bernardo na Colina, que virou xodó ao entrar nos jogos e marcar gols importantes na temporada 2011. O jovem atacante já conseguiu o feito contra o Botafogo e na última quarta, diante do Volta Redonda.

Bernardo, por sua vez, tenta reconquistar o espaço que já teve no clube, perdido após o empréstimo ao Santos e a grave lesão no joelho esquerdo no ano passado, que o deixou afastado por cerca de sete meses.

– O Bernardo é ume excelente jogador. Deu passe para o meu gol e depois consegui retribuir. Isso mostra o bom trabalho – elogiou Thalles.

Bernardo ressaltou a confiança de Adilson Batista na dupla:

– Adilson confia em nós e estamos ajudando o Vasco. Eu e o Thalles estamos desequilibrando a zaga deles. É um trabalho do dia a dia.

Ao comentar sobre essa parceria, Adilson Batista classificou Thalles como “grata surpresa”:

– Bernardo, nós já conhecíamos. O Thalles é uma grata surpresa. Pelo que desenvolveram, ajudaram muito. Foram importantes.

O entrosamento também ficou evidente na dancinha após o primeiro gol contra o Voltaço, marcado por Thalles, depois de passe de Bernardo. Se as danças continuarem, é sinal de que os gols estão saindo. Que ainda dancem muito!

Thalles mantém os pés no chão

Mesmo com os dois gols nos últimos dois jogos, Thalles continua com os pés no chão quanto à briga por uma vaga no time titular do Cruz-Maltino. O jogador agradeceu pelas oportunidades dadas pelo técnico Adilson Batista e classificou o confronto de domingo, contra o Nova Iguaçu, em Volta Redonda, como uma guerra.

– Estou feliz com a confiança de todos, não importa quem está como titular e quem está no banco, todos são importantes. Vamos continuar o trabalho, porque domingo temos mais uma guerra – destacou.

Formado na base da Colina, Thalles chegou ao Vasco em 2006 e foi promovido ao profissional no fim do ano passado. Ele já disputou 11 jogos e marcou cinco gols.

Treinador não garante dupla

Apesar das participações importantes nos últimos dois jogos, Thalles e Bernardo parecem longe de serem considerados intocáveis no time de Adilson Batista.

Agindo com extrema cautela, ele prefere tratar todos de maneira igual e ressalta que a escalação e formação podem mudar de acordo com o adversário.

– Tenho 26 jogadores para fazer aquilo que eu acho que seja o melhor para cada jogo, mas esta é uma análise que faço internamente – lembrou, sem dar pistas da equipe para o próximo jogo.

Bastos segue na contramão

Enquanto a torcida, a cada jogo, parece gostar mais de Bernardo e Thalles, Fellipe Bastos acaba indo na contramão. Diante do Voltaço, mais uma vez, o jogador foi alvo das vaias da torcida. O técnico Adilson Batista, porém, afirmou que Bastos é um jogador com potencial e precisa apenas mostrar o futebol que tem:

–  Ele não precisa provar nada a ninguém. Acompanho o futebol dele há um tempo, o vi em 2013 pela Ponte Preta. Ele sabe jogar. Não precisa mostrar nada para ninguém, basta jogar – salientou.

Fonte: LANCENET!

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠