Lesionados, Marlon e Reginaldo seguem sem condição de jogo


 
Seis jogos, quatro vitórias, doze gols. Os números do Vasco neste início de Carioca são animadores. O foco principal para 2014, porém, é a volta à Série A no Campeonato Brasileiro. Para isso, o time quer a excelência, a liderança da Taça Guanabara. E a direção ainda tenta formar um elenco mais forte para ir bem no Estadual e pegar impulso para a grande missão da temporada.

— Não estamos em primeiro ainda, então não está completo — disse o zagueiro Rodrigo. O Flamengo é o líder com 16 pontos, dois a mais que o Vasco.

O foco para reforçar o time, no momento, é a chegada de um atacante. Sem pressa, já que Edmilson e Thalles têm agradado e feito gols. Para o meio-campo, Douglas, do Corinthians, é esperado na próxima semana para assinar contrato. Seu empréstimo reduz as chances de Felipe, dispensado do Fluminense, voltar para encerrar a carreira, mas o assunto ainda será debatido.

— Não conversamos sobre isso. Ainda estamos buscando um meia e um atacante. Só posso considerar a chegada do Douglas quando tudo estiver assinado — comentou o diretor de futebol Rodrigo Caetano, sem descartar a volta de Felipe, de 36 anos.

O veterano chega ao Rio de viagem neste fim de semana e pretende encerrar a carreira no clube em 2014. As dívidas que o Vasco ainda possui com ele podem facilitar um acordo. O jogador receberia menos do que o clube vai desembolsar para contar com Douglas — o meia terá metade do salário de R$ 300 mil pago pelo Corinthians.

Segundo o empresário de Felipe, Reinaldo Pitta, a próxima semana será decisiva sobre para o seu futuro. No entanto, ele admitiu que ainda não foi procurado por ninguém do Vasco. Além de Douglas, também meia canhoto, o técnico Adilson Batista tem à disposição na posição o colombiano Montoya, que treinou normalmente ontem e pode voltar à equipe domingo, diante do Nova Iguaçu. O gringo e Bernardo brigam por posição de titular. Bernardo que, junto a Thalles, comandou a vitória sobre o Volta Redonda e ambos ganharam elogios do treinador.

— Eles desenvolveram bem o jogo e procuraram ajudar os demais companheiros — analisou Adilson, admitindo poupar atletas no domingo, o que acabou não fazendo na última partida. Aranda, que estava suspenso, deve voltar no lugar de Guiñazu, fora pelo acúmulo de cartões.

Espera pela estreia

A boa campanha do Vasco na Taça Guanabara tem permitido as observações dos reforços com mais calma por parte do técnico Adilson Batista. Na fila ainda estão, por exemplo, o atacante Everton Costa, que se machucou na pré-temporada e ontem apareceu no campo de Pinheiral treinando com bola normalmente, por uma hora. Ele é candidato a ser relacionado contra o Nova Iguaçu.

Os problemas médicos ainda impedem que o lateral-esquerdo Marlon volte. O jogador fez um trabalho físico separado do grupo e ainda não tem condições de atuar. Assim como o atacante Reginaldo, em fase de recuperação de uma lesão na panturrilha direita. Henrique segue ocupando a ala, enquanto Edmilson aproveita a oportunidade para ser um dos artilheiros da competição, com quatro gols em seis jogos.

— Temos que exaltar o que fizemos até aqui, na parte defensiva e ofensiva. Esperamos permanecer lá na frente — disse o zagueiro Rodrigo.

Fonte: Extra

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠