Edmilson: 'Sabia que se tivesse uma boa sequência, iria ajudar o Vasco'


Edmilson, atacante do Vasco, no Arena SporTV (Foto: SporTV.com)

 

Quando chegou ao Vasco, durante o Campeonato Carioca do ano passado, Edmilson não tinha prestígio junto aos torcedores e era mais uma opção para o elenco, que era comandado por Paulo Autuori. Quase um ano depois, o camisa 7, apesar do rebaixamento do clube para a Série B, já tem status de titular e é considerado peça fundamental pelo técnico Adilson Batista. Nos últimos 10 jogos oficiais do Gigante da Colina, ele balançou as redes em nove oportunidades.

Readaptado do futebol brasileiro, após dez anos atuando no futebol asiático, o atacante garante que sempre soube que brilharia no time de São Januário. Quando voltou ao país, ele tinha a concorrência de Tenório, Éder Luis e Leonardo. André também chegou ao Cruz-Maltino antes do fim do primeiro semestre.

– No início tudo é difícil. Eu vim de 10 temporadas fora do Brasil. Mas eu me readaptei rápido. No início, com o Paulo Autuori, joguei quatro partidas como titular das sete. Depois veio o Dorival e eu não tive tantas chances. Quando o Adilson chegou eu realmente tive minhas oportunidades. Sabia que se tivesse uma boa sequência, iria ajudar o Vasco.

Edmilson vasco e friburguense (Foto: Marcelo Sadio / Vasco.com.br)
 
 
Durante os dez anos no futebol asiático, Edmilson defendeu Albirex Niigata, Urawa Red Diamonds e FC Tokyo, todos do Japão, além do Al Gharafa, do Catar. O Palmeiras tentou o seu retorno sem sucesso.  Apesar de ter ficado esquecido do público brasileiro, o jogador diz que o período fora do país não foi só bom pela independência financeira. Ele enaltece o ganho cultural.
 
– A gente não pode se arrepender. Quando as oportunidades aparecem nós precisamos aproveitar. Foi válido muito válido. Lá ganhei experiência, tive segurança e aprendi uma língua diferente. Então tudo é válido. Fiquei feliz por ter passado esses 10 anos fora.
 
Entrosamento com os gringos em São Januário
Durante a goleada de 6 a 0 sobre o Friburguense, a dupla Edmilson e Montoya brilhou em São Januário. Enquanto o atacante balançou as redes em duas oportunidade, o jovem colombiano, que fez o primeiro gol da partida, chamou a atenção pelos dribles e passes. Este foi o primeiro jogo como titular do meia, que também chegou ao clube na última temporada, mas não teve muitas oportunidades.
 
 O centroavante faz questão de elogiar o companheiro e garante que, após um ano conturbado, o Vasco tem tudo para ter uma boa temporada em 2014.
 
– O torcedor pode acreditar não só nele, como no time todo. Esse ano acredito que o Montoya vai ter uma sequência boa. O futebol de fora é diferente, mas ele está se adaptando. Fico feliz por ele.  O Vasco está no caminho certo. A programação que nos deram está muito boa e o time todo só tem a crescer.
 
 Além de Montoya, teve outros três jogadores estrangeiros (Martín Silva, Aranda e Guiñazu) na equipe titular no último domingo, em São Januário. Mesmo com a grande quantidade de estrangeiros, Edmilson diz que não haverá problemas na hora da comunicação.
 
– A linguagem do futebol é universal, todo mundo entende. Mas o principal é que eles sabem jogar futebol. Não vai ter mistério no nosso time.
 
O Vasco aos gramados na próxima quarta, quando vai a Volta Redonda enfrentar o Audax. Com cinco pontos, o Gigante da Colina está na terceira posição do Campeonato Carioca. O adversário comandado por Válber é o 14º na tabela de classificação, com dois.
 
Fonte: Sportv
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠