Presidente da Assembleia Geral adia definição de data das eleições 2014


Olavo Monteiro de Carvalho e Roberto Dinamite em evento (Foto: Rafael Cavalieri / GLOBOESPORTE.COM)

 

O presidente da Assembleia Geral do Vasco, Olavo Monteiro de Carvalho, ainda não definiu a data para as eleições de 2014 no Vasco. O empresário analisa estudos sobre o universo de votantes, aguarda um relatório final da comissão de sindicância formada dentro do Vasco e adia a decisão sobre o pleito de sucessão do presidente Roberto Dinamite. No fim do ano passado, Olavo admitia a hipótese de antecipação de eleições ou da chamada da transposição das datas, de acordo com interpretação do estatuto do clube de São Januário – o que deveria passar pelos votos dos conselheiros no Conselho Deliberativo.

Em contato telefônico com a reportagem do GloboEsporte.com, Olavo, responsável pela marcação do pleito, preferiu não fazer nenhuma previsão sobre como vai proceder com o processo eleitoral. O empresário disse que analisa o assunto com cautela. O discurso de Olavo é um pouco diferente do que ele mesmo disse na porta do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), após audiência de José Henrique Coelho, ex-candidato a presidente do Vasco, que quer anular as eleições de 2011. Naquela data, Olavo dizia que decidiria “o melhor para o Vasco” na primeira quinzena de janeiro – para um grupo de torcedores que o entrevistou, ele ainda dizia que a decisão não passaria da primeira semana do ano – e que havia boas chances de antecipar as eleições.

– Ainda estou estudando o assunto e oportunamente vou me manifestar sobre essa questão. Venho fazendo estudo muito criterioso, muito cauteloso, ouvindo o maior número de pessoas possíveis e todas as possibilidades estão abertas – disse Olavo, que não antecipou se há alguma tendência da data ser até maio, em julho ou até em novembro, como desejam parte dos grupos eleitores. – Não há nenhuma tendência. Estou levando em conta os estudos que estou pedindo e analisando as regras do estatuto.

O presidente do Conselho Deliberativo, Abílio Borges, deve marcar a primeira reunião do ano no clube até o fim do mês. Na pauta, a votação das contas de 2012, que receberam parecer de reprovação do Conselho Fiscal do clube pelo quarto ano consecutivo. A diretoria deve entrar com pedido para republicar o balanço com correções para então serem aprovadas no Conselho Deliberativo. As eleições até agora não estão na pauta.

– Estou retornando ao Rio nesta quinta-feira, mas não falei com o Olavo ainda nem ele falou comigo sobre a questão das eleições – disse Abílio.

Comissão ainda não enviou carta para novos sócios

A maior polêmica das eleições de 2014, a adesão em massa de mais de três mil novos associados de grupos políticos que bancavam esta entrada no quadro social e, consequentemente, no processo eleitoral, ainda depende de um passo considerado decisivo. A comissão de sindicância, aprovada e criada pelo presidente Roberto Dinamite no fim do ano passado, ainda não enviou as cartas para mais de dois mil sócios do clube. A ideia é enviar correspondências para a casa de 100 em 100 pessoas a partir da próxima semana, no máximo. Há uma percepção entre as pessoas que participam deste processo que a grande maioria dos novos associados vai perder direito a voto.

Fonte: GloboEsporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠