Vasco e Nissan se reuniram para resolver impasse sobre patrocínio


No fim de 2013, a Nissan anunciou que não iria mais patrocinar o Vasco da Gama, por causa da briga entre sua torcida e a do Atlético-PR na última rodada do Brasileirão. Para o time carioca, no entanto, o contrato ainda estaria em vigor, tanto é que usou o uniforme com o logo na montadora na primeira fase da Copa São Paulo deste ano.  Uma primeira reunião entre as duas partes foi realizada ontem (14) para tentar resolver o impasse.
 
O Vasco busca um possível ressarcimento pela quebra do patrocínio, que teria duração de quatro anos mas valeu por apenas seis meses, aproximadamente. Ao todo, a Nissan pagaria R$ 28 milhões ao clube carioca. Com o fim da parceria, apenas a primeira parte (R$ 7 milhões válidos por um ano de exposição da marca no uniforme) foi depositada.
 
A diretoria cruz-maltina está confiante numa indenização por quebra de contrato, evitando assim que o caso vá para a justiça, porém não fala em valores.
 
Fonte: Revista Auto Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠