Vitória da Portuguesa pode ajudar Vasco a se manter na Série A


A liminar em favor da Portuguesa para continuar na Séria A, obtida na Justiça comum por um advogado na 42ª Vara Cível de São Paulo, pode não ter sido apenas a única. Conforme o LANCE!Net já vem noticiando, dezenas de torcedores do Vasco já entraram com ações individualmente.

Na semana que vem, sob a batuta do advogado Luiz Roberto Leven Siano, uma ação coletiva de cruz-maltinos que estiveram presentes na Arena Joinville, na última rodada do Campeonato Brasileiro, em partida contra o Atlético-PR, promete agitar ainda mais o já conturbado cenário do futebol brasileiro.

Citando artigos do Estatuto do Torcedor e do Código de Defesa do Consumidor, eles pretendem impugnar a partida, além de pedir indenizações aos responsáveis pelo evento, no caso o próprio Furacão, a CBF, a Federação Catarinense, a Federação Paranaense e o árbitro Ricardo Marques Ribeiro.

Leven Siano comemorou a vitória da Lusa e disse que o mesmo poderá acontecer com o Vasco.

“Como eu tinha dito, era só um torcedor da Portuguesa ir na mesma vara onde tinha sido dada a decisão a favor do Flamengo. Portuguesa recupera os pontos perdidos na Injustiça Desportiva e volta a Primeira Divisão. Fluminense na Segunda. O próximo é o Vasco“, postou em uma rede social.

O advogado está recolhendo os últimos documentos das pessoas que desejam entrar com a ação. Ele subdividiu os torcedores pelas cidades onde moram, para que sejam facilitadas as respectivas audiências. Siano ainda tem consigo dezenas de depoimentos de pessoas que passaram por momentos de terror na Arena Joinville, ele pretende utilizar isso nos tribunais.

Diretoria tem feito reuniões sobre o tema

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, tenta não se expor muito sobre o tema, mas nos bastidores de São Januário reuniões têm acontecido com certa frequência para tratar do assunto. Internamente, há uma expectativa de que seja possível o retorno do Vasco à Série A, embora o clube não esteja envolvido no assunto diretamente, já que o advogado Luiz Roberto Leven Siano não faz parte do quadro de funcionários do Cruz-Maltino.

– Volto a dizer: essa parte compete à parte jurídica. Estamos conversando sobre isso. O Gustavo Pinheiro (diretor jurídico) está vendo o melhor caminho dentro desse processo para continuarmos na Primeira Divisão, mas é uma decisão que não cabe somente ao Vasco – declarou Roberto Dinamite.

Apesar de Leven Siano realizar uma ação de maneira externa, o presidente do Vasco admitiu que houve contatos com a diretoria.

– O Leven Siano tem conversado com o Gustavo Pinheiro. Tudo que for para o benefício do Vasco, vamos fazer – acrescentou.

Fonte: LANCENET!
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠