Edmilson e Pedro Ken abriram mão de quantias por renovação


Pedro Ken e Everton Costa - Treino do Vasco em Pinheiral (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)
Únicos, ao lado de Dakson, que tiveram os contratos renovados após o término da temporada 2013, Edmilson e Pedro Ken abriram mão de boas quantias para permanecer no Vasco. O atacante havia feito um acordo com a diretoria de aumento de salário caso prolongasse o vínculo, mas com a queda para a Série B, o Cruz-maltino alegou que não poderia cumprir o que havia selado. Mesmo assim, após conversas, o jogador quis ficar. Já o meia tinha uma proposta dos Emirados Árabes onde ganharia o dobro por um contrato de empréstimo até o meio do ano, porém, acabou pesando sua adaptação ao clube.

– Eu quis ficar porque aqui criei uma identificação com o clube, ganhei o respeito do torcedor, das pessoas que trabalham aqui, e isso foi importante. Acima de tudo é o Vasco, independentemente da divisão. A torcida é gigante e fanática. Espero que continue dando certo – disse Pedro Ken.

Para Edmilson, prevaleceu o bom senso e o entendimento da situação pelo qual o Gigante da Colina atravessa:

– Tive que diminuir (a pedida salarial). Tem que entender o clube também, mas não ocorreu problema algum, foi só um detalhe.

O atacante assinou um contrato de um ano, já o meia firmou um vínculo de mesma duração, mas por empréstimo.

Fonte: LANCENET!
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠