Imbróglio judicial reforça esperança do Vasco de escapar da Série B


Roberto Dinamite e Rodrigo Caetano coletiva do Vasco (Foto: Raphael Zarko)

Os acontecimentos da última semana, em que ações indiretas de torcedores deram de volta a Flamengo e Portuguesa os pontos na Justiça comum, reforçaram a esperança do Vasco de escapar de jogar a Série B em 2014. O clube luta fora de campo, através de seu departamento jurídico, para conseguir os pontos do jogo contra o Atlético-PR, na Arena Joinville, e permanecer na Primeira Divisão. Seja através de um novo entendimento nos tribunais ou, após todo imbróglio judicial, de haver a obrigação de a CBF, sem saída, organizar um Campeonato Brasileiro com 24 clubes.

Após apresentar o lateral Diego Renan, o presidente Roberto Dinamite disse neste sábado, em visita ao time do Vasco em Pinheiral, que a diretoria não abrirá mão do que crê ser seu direito na Justiça. Ele lembrou que os advogados estão atentos aos movimentos no judiciário e que na semana que vem o clube vai reunir o departamento da área para tratar a questão.

– O Gustavo (Pinheiro, diretor jurídico) está vendo o melhor caminho dentro desse processo para continuarmos na primeira divisão. A decisão não cabe somente ao Vasco – disse o presidente do Vasco, antes de comentar sobre a reunião com o advogado Leven Siano, que está centralizando ações contra o STJD na Justiça Comum. – O Leven Siano tem uma conversa marcada conosco na semana que vem, com o Gustavo, com o Roberto Duque Estrada (vice jurídico) e tudo aquilo que for em benefício do Vasco, no sentido do que o Vasco tem como direito por Justiça, vamos ir atrás. Todo vascaíno que queira ajudar neste sentido será bem-vindo.
Nunca é demais ouvi-los.

Fonte: GloboEsporte.com
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠