Com 'portunhol' de Dinamite, Vasco apresenta gringos e anuncia laterais


Em alto astral no primeiro dia da reapresentação do elenco vascaíno, o presidente Roberto Dinamite roubou a cena na chegada de dois novos estrangeiros em São Januário. Com bom humor e arriscando a língua espanhola, o ex-atacante, maior ídolo da história do Vasco, apresentou o goleiro Martín Silva e o cabeça de área Aranda, os dois primeiros reforços do clube para a temporada de 2014. Na apresentação dos gringos, o diretor de futebol Rodrigo Caetano ainda confirmou as chegadas de outros dois reforços: o lateral-direito André Rocha, ex-Figueirense, e o lateral-esquerdo Marlon, que estava no Criciúma.

A dupla de laterais deve ser apresentada nesta terça-feira, enquanto o zagueiro Rodrigo deve ficar para quarta-feira. Rodrigo Caetano ainda informou que o Vasco ainda está atrás de mais três jogadores. Todos para o setor ofensivo, onde houve algumas perdas: Marlone, Tenorio, Willie e André foram algumas das baixas desta janela de transferências.

Martin Silva e Aranda apresentados no Vasco por Roberto Dinamite (Foto: Raphael Zarko)

Na apresentação dos jogadores estrangeiros, que naturalmente mostraram dificuldades na comunicação com os jornalistas brasileiros, o presidente do Vasco tentou fazer elogios à dupla também em espanhol. Como a intimidade com a língua não era tão harmoniosa assim, Dinamite acabou se confundindo e até trocou a nacionalidade do goleiro Martín.

– Não sei quem teve mais sorte, você de ser “portero” (goleiro) hoje em dia ou eu de ser “delantero” quando você não agarrava – descontraía o presidente, até citar mais qualidades do ex-jogador do Olímpia. – Todo time começa com um grande goleiro, e o Martín mostrou isso no ano passado. Um grande goleiro, nível de seleção brasileira – disse Roberto, até ser corrigido pelo vice de futebol Ercolino de Luca, demorar a perceber o erro e, finalmente, acertar a nacionalidade uruguaia de Martín Silva.

Sobre Aranda, Dinamite ressaltou que assistiu a algumas partidas do jogador na Libertadores e ainda lances dos melhores momentos do paraguaio no Olimpia. Citando os quatro anos de contrato para Martín e os três anos de vínculo com Aranda, o diretor de futebol Rodrigo Caetano lembrou que as contratações traduziam um investimento no Vasco, “não um projeto nosso”.

Por sua vez, Martín definiu como “lindo” o desafio de atuar no Vasco. Ele lembrou que o futebol brasileiro é o mais competitivo do continente e que atuar no país da próxima Copa do Mundo facilita na convocação para o Mundial de 2014.

– Escolhi o Vasco porque é um clube de grande história e de grande prestígio. Fiquei muito feliz com a proposta do Vasco. Não é um descenso que mancha uma história tão bonita – disse o goleiro, seguido por Aranda.

– Faço minhas as palavras de Martín. Confiaram no meu futebol e vou fazer de tudo para colocar o Vasco nas melhores posições – disse o volante vascaíno.

Fonte: Globo.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠