Libertadores de 2018 não terá final única

View of the Libertadores Cup Trophy during the 54th edition of the Libertadores Cup draw in Luque, Paraguay on December 21, 2012.AFP PHOTO Norberto Duarte (Photo credit should read NORBERTO DUARTE/AFP/Getty Images)

A final da Libertadores de 2018 não será disputada em jogo único, como era o desejo do presidente da entidade, Alejandro Domínguez. O anúncio dessa decisão será feito no sorteio dos grupos da próxima edição da competição, marcado para o dia 20 de dezembro.

Segundo uma fonte próxima à cúpula da confederação, a ideia enfrentou resistência entreclubes e confederações nacionais, que entendem ser necessária uma maior remuneração aos finalistas, já que os dois clubes poderiam perder uma significativa receita de bilheteria. Por essa razão, a implementação da mudança não acontecerá na próxima temporada, já que o contrato de direitos televisivos e de propaganda da próxima edição da competição foi firmado há algumas temporadas e, por conta disso, não permite margem para grandes mudanças orçamentárias a esta altura.

Vale ressaltar que a Conmebol havia reservado o dia 1° de dezembro de 2018 para realizar o jogo caso a mudança fosse aprovada, ao mesmo tempo em que os dias 7 e 28 de novembro também estão reservados para uma final de dois jogos.

Apesar de ter descartado a possibilidade de uma final única para 2018, a entidade voltará a discutir a questão de forma mais abrangente no próximo ano, quando será assinado o novo contrato de direitos televisivos e de propaganda da Libertadores, cujos valores devem superar o dobro do atual vínculo. Dessa forma, a chance de que a primeira edição da final única aconteça em 2019, primeiro ano de vigência do novo contrato, é grande.

Fonte: Esporte Interativo

Participe do nosso grupo de debates no facebook
Curta nossa fan page no facebook